sexta-feira, 18 de julho de 2008

Mulheres


Mulheres
Por muitas mulheres sofri
Por elas eu corri
A todas desejei
A todas me entreguei

Foram donas, foram senhoras
Deste corpo que possui
Foram todas criadoras
Dos sentimentos que neste copo diluiu

Com os seus corpos brinquei
Nas suas curvas me perdi
Não foi a todas que amei
Mas a todas não resisti

Tive mulheres altas e baixas
Loiras, ruivas e morenas
Tive pretas, brancas, asiáticas
Tive até mulheres romenas

A nenhuma, eu, paguei
Só brincaram com o meu corpo
Por algumas me apaixonei
E nessa altura é que tudo deu para o torto

O que adiantou eu as amar
O que adiantou termos prazer
O meu coração tiveram o dom de despedaçar
Quando uma só eu desejei ter

Essas curvas encantadoras
Onde várias noites me perdi
São curvas de Senhoras
Por elas algo eu senti

Hoje, sozinho e amargurado
Vivo afogado neste copo
Sou um ser amargurado
Já não sou aquele ser maroto

As curvas que hoje procuro
São as curvas da viola
Não as curvas das mulheres
Já não me rejo por essa bitola

Segue uma galeria, com as asiaticas mais bonitas que já vi, click aqui.

Fonte do poema: Sesenhot

6 comentários:

Fada disse...

Uauuuuuuuu que bonito!!!!!!
beijos

Du disse...

Já adicionei seu banner lá no Coisas Nossas, ok?
Obrigada pela visita, seja sempre bem-vindo!

jujuzinha disse...

olaaaaaaaaaaaaaa........
bjos e muuuio sucesso!!!!!

Brauw disse...

Parceria aceita, já tô levando seu banner parao blog.
Passa lá , confere e traz o meu banner pra cá.
Abraço
Brauw
Blog VIDA ALHEIA
http:tamancolargo.blogspot.com/

Rodrigo disse...

Claro que aceito a parceria
Já add o seu banner
add o meu lá

Abraço!

Gi Krdoso disse...

Ooh,poetizar a gente é a coisa mais bonita que vocês homens fazem...lindo isso.